CONSUMO ALIMENTAR, PERCEPÇÃO DE ESTRESSE E IMC DOS ESTUDANTES DO IFES COLATINA

Autores

  • Mirella Guedes Lima de Castro
  • Matheus Soprani ifes
  • Esther Magri Ifes
  • Luis Antônio Lubiana Ifes
  • Laudino Netto Ifes
  • Luíse Pignaton Ifes

Palavras-chave:

Antropometria, Nutrição, Estudantes

Resumo

A alimentação durante muito tempo foi vista apenas como o ato da ingestão de alimentos para manter as atividades essenciais do corpo em funcionamento. Todavia, sabe-se, hoje, que uma alimentação desregulada promove, principalmente em estudantes, perda da capacidade cognitiva, obesidade, hipertensão dentre outros problemas. Em virtude desse cenário, este estudo objetiva a coleta de dados antropométricos, percepção de estresse psicológico e consumo alimentar nos estudantes do Ifes campus Colatina. O Índice de Massa Corporal (IMC) dos alunos foi calculado e comparado com a dieta desses indivíduos ao longo da rotina intensa e estressante de estudos. Busca-se com a pesquisa promover uma alimentação mais saudável, que potencialize as capacidades dos estudantes e subtraia riscos de patologias que afetam a vida acadêmica. Com efeito disso, as análises feitas ao longo deste trabalho constataram que a observação isolada do IMC não atua como um parâmetro confiável na determinação da situação nutricional do indivíduo, haja vista que muitos dos que foram considerados fora do peso ideal apresentaram índices de gordura corporal dentro da normalidade.

Downloads

Publicado

2020-12-28

Como Citar

Guedes Lima de Castro, M., Soprani Silva, matheu ., Magri de Souza, E. ., Marchetti Lubiana, L. A. ., Dias Biazatti Netto, L. ., & Masson Peixoto Pignaton, L. (2020). CONSUMO ALIMENTAR, PERCEPÇÃO DE ESTRESSE E IMC DOS ESTUDANTES DO IFES COLATINA. Revista Ifes Ciência , 6(4), 215-227. Recuperado de https://ojs.ifes.edu.br/index.php/ric/article/view/843

Edição

Seção

Artigos científicos