ESTUDO DE INVERTEBRADOS EDÁFICOS EM ÁREAS DISTINTAS QUANTO AO USO DO SOLO

Autores

  • Rafael Nunes de Almeida UENF
  • Manoel Vaillant de Souza Licenciado em Ciências Biológicas - Instituto Federal do Espírito Santo
  • Atanásio Alves do Amaral Instituto Federal do Espírito Santo - Campus de Alegre
  • Jéferson Luiz Ferrari Instituto Federal do Espírito Santo - Campus de Alegre

DOI:

https://doi.org/10.36524/ric.v6i2.477

Palavras-chave:

recuperação de áreas degradadas, conservação do solo, agroecologia

Resumo

O objetivo do trabalho foi caracterizar a fauna de invertebrados edáficos em áreas com distintas quanto a cobertura vegetal e uso do solo. Foram amostradas três áreas do Ifes Campus de Alegre: 1 - monocultivo de café (MC); 2 – área em recuperação com plantio de espécies nativas (FP) e; 3 - área com fragmento de floresta nativa (FES). Foram realizadas 3 amostragens com intervalo de 30 dias, entre os meses de março a maio de 2015. Em cada amostragem foram utilizadas 5 armadilhas dispostas em linhas espaçadas em 10 m. Foram estimados os índices ecológicos para cada uma das áreas. Pela utilização de análise estatística multivariada as áreas foram comparadas em relação à ocorrência de invertebrados. Houve maior riqueza nas áreas com maior diversidade vegetal bem como melhor distribuição dos organismos quanto ao nível trófico. O estudo demonstrou que a área FES apresentou maior equilíbrio ecológico em relação às demais. Há necessidade da adoção de práticas de conservação do solo na área cultivada com café.

Downloads

Publicado

2020-08-28

Como Citar

Nunes de Almeida, R., Souza, M. V. de, Alves do Amaral, A., & Luiz Ferrari, J. (2020). ESTUDO DE INVERTEBRADOS EDÁFICOS EM ÁREAS DISTINTAS QUANTO AO USO DO SOLO. Revista Ifes Ciência , 6(2), 195-206. https://doi.org/10.36524/ric.v6i2.477