AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E ROTULAGEM DE PRODUTOS LÁCTEOS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE – ES ENTRE OS ANOS DE 2014 E 2015

Autores

  • Nayhume Jesus dos Santos Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Lílian Caliman Baptisti Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Bruna Garcia Alves Filgueiras Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Sabrina Rohdt da Rosa Instituto Federal do Espírito Santo, campus Itapina
  • Danielle Cunha de Souza Pereira Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Wilton Soares Cardoso Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Maíra Maciel Mattos de Oliveira Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Fabiana Carvalho Rodrigues Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante
  • Flávia de Abreu Pinheiro Instituto Federal do Espírito Santo, campus Venda Nova do Imigrante

DOI:

https://doi.org/10.36524/ric.v6i2.660

Palavras-chave:

iogurtes; queijos; análises de alimentos; legislação; segurança dos alimentos.

Resumo

O trabalho objetivou avaliar a qualidade físico-química, microbiológica e a rotulagem de produtos lácteos comercializados na cidade de Venda Nova do Imigrante – ES, no período de 2014 a 2015. Iogurtes e queijos produzidos por nove agroindústrias do estado foram adquiridos no comércio local, totalizando 24 produtos, sendo 13 iogurtes e 11 queijos. Para caracterização físico-química foram realizadas análises de teor de água, pH, atividade de água, acidez titulável, cinzas, proteínas, lipídeos e cloreto de sódio. Para caracterização microbiológica foram realizadas análises de contagem de microrganismos psicrotróficos, fungo filamentosos e leveduras, coliformes a 30 ºC e 45 ºC e bactérias láticas. As informações contidas nos rótulos foram avaliadas segundo a legislação brasileira vigente. Os resultados das análises físico-químicas e microbiológicas revelaram a presença de amostras (iogurte e queijo, de diferentes marcas) em desacordo com a legislação vigente para pelo menos um dos parâmetros analisados, indicando falta de padronização e possíveis falhas no controle da qualidade higiênico-sanitária dos produtos. Quanto aos requisitos estabelecidos pela legislação brasileira para rotulagem, em geral, a maioria dos itens avaliados foi atendida pelos fabricantes das amostras de iogurtes e queijos estudadas. No entanto, destaca-se a necessidade de adequação quanto às informações corretas sobre aditivos e lista de ingredientes, e o uso de caracteres legíveis para todas as informações da rotulagem. Os resultados indicam a necessidade de uma constante e efetiva fiscalização dos produtos, para que alimentos em desacordo com a legislação não cheguem ao mercado consumidor.

Downloads

Publicado

2020-08-28

Como Citar

Jesus dos Santos, N. ., Caliman Baptisti , L. ., Garcia Alves Filgueiras , B. ., Rohdt da Rosa, S., Cunha de Souza Pereira , D. ., Soares Cardoso, W. . ., Maciel Mattos de Oliveira , M. ., Carvalho Rodrigues , F. ., & de Abreu Pinheiro, F. (2020). AVALIAÇÃO DA QUALIDADE E ROTULAGEM DE PRODUTOS LÁCTEOS COMERCIALIZADOS NA CIDADE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE – ES ENTRE OS ANOS DE 2014 E 2015. Revista Ifes Ciência , 6(2), 242-261. https://doi.org/10.36524/ric.v6i2.660