REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE DOCENTES SOBRE SEU TRABALHO NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO (PRONATEC)

UM REGISTRO FEITO EM 2016

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36524/profept.v4i2.616

Palavras-chave:

representações sociais; docentes; Pronatec; Educação Profissional e Tecnológica.

Resumo

O estudo objetivou investigar representações sociais de docentes sobre o trabalho que exerciam no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em 2016.  Baseou-se na Teoria das Representações Sociais (TRS), aproximando-a da abordagem (auto)biográfica. Foi realizado em uma universidade do Rio de Janeiro, com oito docentes dos cursos de Massoterapia, Segurança do Trabalho, Estética e Farmácia. Entrevistas semiestruturadas foram analisadas com apoio da análise de conteúdo, que orientou a construção de narrativas individuais e reflexões sobre metáforas para compreender significados compartilhados pelo grupo. A metáfora de uma planta em crescimento coordenou o discurso do grupo, significada na ideia de “ter jogo de cintura” e “sair da caixinha” para fazer esse trabalho.

Biografia do Autor

Aline Cappelletti

Possui graduação em Letras - Português e Inglês pela Universidade Gama Filho (2004). Tem experiência na área de Educação, em instituiçoes públicas e privada. Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (Unesa-RJ). 

Downloads

Publicado

2020-08-30