ESTÁGIOS CURRICULARES NO ENSINO DA ENFERMAGEM: ESPAÇO PRIVILEGIADO DE CONHECIMENTO

Autores

  • Roberta Pasqualli
  • Luis Fernando Rampellotti

DOI:

https://doi.org/10.36524/profept.v3i1.376

Palavras-chave:

Estágio clínico, Educação em enfermagem, Ensino

Resumo

A enfermagem atua no cuidado a vida humana, cujo contingente profissional é o maior da área da saúde. Este estudo objetiva discutir os estágios supervisionados na formação em enfermagem como o campo da prática e do trabalho e seu imprescindível caráter formativo. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, de caráter exploratório, como parte da revisão bibliográfica da pesquisa de mestrado “O bom docente enfermeiro: o olhar dos estudantes de cursos técnicos acerca dos saberes docentes”, para a qual foram selecionados 26 artigos do Scientific Electronic Library Online – SCIELO, os quais continham as palavras “estágio” e “enfermagem”. Deste foram selecionados 07, em língua portuguesa e relacionados ao ensino em enfermagem. No ensino clínico de enfermagem o discente pode desenvolver diversas habilidades para a sua atuação profissional, sendo que, mesmo as dificuldades foram apontadas como momentos de adquirir características que fundamentam a atuação e as respostas a demandas do quotidiano e da práxis. O campo da prática figura como condição oportuna a aquisição de conhecimentos e sedimento do arcabouço teórico numa dinâmica de retroalimentação teoria-prática. A pesquisa sugere o aprofundamento do tema a partir de pesquisas exploratórias qualitativas, ouvindo os atores do processo de ensino-aprendizagem em enfermagem.

Downloads

Publicado

2019-06-15