“ABAIXO DE ZERO”: A INSTRUÇÃO PÚBLICA NO ESPÍRITO SANTO (1846 - 1859)

  • Rodrigo da Silva Goularte
Palavras-chave: Instrução Pública, Trajetórias profissionais, Presidentes da província

Resumo

Os relatórios dos presidentes de província do período imperial brasileiro abordavam diferentes temas relativos à administração pública provincial, dentre eles a instrução pública. Nesses documentos da província do Espírito Santo, nos anos 1846 a 1859, encontram-se apontamentos sobre essa temática em duas direções: os significados da instrução pública e os problemas concretos que a cercavam e transpassavam, sendo que o segundo direcionamento dos discursos predominava em relação ao primeiro. Comparando esses relatórios com os produzidos em período anterior, qual seja 1833 a 1844, nota-se um aumento considerável da preocupação dos presidentes de província com as condições materiais da instrução pública. As discussões sobre os significados da instrução pública, referenciados na civilização e na religião, ganham menor espaço nas falas presidenciais se comparadas com o destaque que possuíam no período 1833 - 1844. Para explicar a mudança de perspectiva nesses discursos, desenvolveu-se uma investigação das ocupações profissionais pregressas dos presidentes de província dos períodos analisados, descobrindo-se que do primeiro (1833 - 1844) para o segundo (1846 - 1859) período analisados houve um aumento significativo de presidentes que passaram pela experiência de ocupar uma vaga nos legislativos provincial ou nacional, o que expôs essas autoridades aos debates relativos às realidades social, econômica e política regional e nacional como negócios de Estado, incluindo nessas dimensões a instrução pública.

Publicado
2019-12-23
Como Citar
Goularte, R. da S. (2019). “ABAIXO DE ZERO”: A INSTRUÇÃO PÚBLICA NO ESPÍRITO SANTO (1846 - 1859). Revista Ifes Ciência , 5(2), 86-99. https://doi.org/10.36524/ric.v5i2.436