EVASÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS CAUSAS DO ABANDONO EM UM CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

  • Vinícius Delfino Silva
  • Marize Lyra Silva Passos
  • Isaura Alcina Martins Nobre
Palavras-chave: Evasão, Educação a distância, Educação Superior

Resumo

Apesar do crescimento da educação a distância nos últimos anos, as alta taxas de evasão discente preocupam as instituições de ensino, pois resultam em ociosidade de profissionais, de materiais e de espaço físico. Tal fenômeno foi detectado em um curso de pós-graduação lato sensu oferecido em instituição pública de ensino superior no Brasil, que apresenta evasão média de 41,23% nas cinco edições já ofertadas. Nesse sentido, o presente trabalho apresenta como objetivo investigar as causas associadas à evasão discente, identificando interferências internas e externas ao contexto da especialização que levaram a essa situação. Esta pesquisa baseou-se no procedimento técnico survey e teve um enfoque quali-quantitativo, utilizando como instrumento de coleta de dados um questionário enviado por e-mail aos 334 alunos evadidos do curso. Obteve-se 66 respondentes, equivalente a um retorno de 19,76%. A análise dos dados demonstrou que as principais causas relacionadas à evasão discente foram: a falta de tempo para estudar, carga horária semanal de trabalho (externas); complexidade das atividades, prazos de entrega das mesmas e didática dos professores (internas). Portanto, estratégias de combate à evasão devem ser adotadas pela instituição a fim de minimizar o desperdício de recursos públicos.

Publicado
2019-12-23
Como Citar
Silva, V. D., Passos, M. L. S., & Nobre, I. A. M. (2019). EVASÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS CAUSAS DO ABANDONO EM UM CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. Revista Ifes Ciência , 5(2), 114-124. https://doi.org/10.36524/ric.v5i2.438