CONSTRUÇÃO DE PERFIL SENSORIAL PARA O CAFÉ CONILON FERMENTADO

  • Lucas Louzada Pereira Ifes
  • Aldemar Polonini Moreli Ifes
  • Dério Brioschi Júnior Ifes
  • Luiz Henrique Bozzi Pimenta de Sousa Ifes
  • João Paulo Pereira Marcate Ifes
  • Gustavo Falquetto de Oliveira Ifes
  • Danieli Grancieri Debona Ifes
  • Rogério Carvalho Guarçoni Ifes
Palavras-chave: conilon especial, fermentação, análise sensorial, Saccharomyces Cerevisiae

Resumo

A demanda pela produção de cafés especiais torna-se cada vez mais evidente nos espaços produtivos onde a cafeicultura está inserida, com a introdução de novas tecnologias, possibilitando assim uma melhoria contínua dos processos de pós-colheita, que permitem incremento sensorial dos cafés especiais. Este estudo teve como objetivo avaliar o perfil sensorial do café conilon submetido a diferentes formas de fermentação, espontâneas e induzidas com uso de Saccharomyces Cerevisiae, associados a diferentes tempos de imersão em mosto de fermentação, para avaliar a modificação dos perfis sensoriais do café conilon, a partir da aplicação de técnicas de fermentação. O experimento foi conduzido no delineamento com quatro repetições no esquema de parcelas subdivididas no tempo, sendo as parcelas compostas por seis tratamentos e as subparcelas por quatro tempos de fermentação. Os resultados sensoriais indicam que quanto maior o tempo de fermentação, maior é o aumento da nota global do café, indicando também, que fermentações induzidas para o café robusta mostram-se mais promissoras para melhoria do perfil sensorial, segundo a percepção dos Q-Graders.

Publicado
2019-12-21
Como Citar
Louzada Pereira, L., Polonini Moreli, A., Brioschi Júnior, D., Bozzi Pimenta de Sousa, L. H., Pereira Marcate, J. P., Falquetto de Oliveira, G., Grancieri Debona, D., & Carvalho Guarçoni, R. (2019). CONSTRUÇÃO DE PERFIL SENSORIAL PARA O CAFÉ CONILON FERMENTADO . Revista Ifes Ciência , 5(2), 242-252. https://doi.org/10.36524/ric.v5i2.461