O TRABALHO E A LINGUAGEM NA CONSTITUIÇÃO DO SER HUMANO

Autores

  • Jandecir Pereira Rodrigues
  • Rivadavia Porto Cavalcante
  • Jair José Maldaner

DOI:

https://doi.org/10.36524/profept.v4iEspecial.635

Resumo

O presente artigo, baseado na concepção marxista, evidencia que as categorias trabalho e linguagem são bases ontológicas para o desenvolvimento do homem. Destaca a relevância da formação humana omnilateral no Ensino Médio Integrado à Educação Profissional e Tecnológica (EPT) e a produção da linguagem assume papel relevante no trabalho e na vida dos estudantes. Elaborou-se uma análise de como se dá a prática do ensino textual em turmas do ensino médio integrado do Instituto Federal do Tocantins. Aborda-se o papel da linguagem na formação do sujeito e defende a inserção dos gêneros textuais no processo de ensino-aprendizagem da linguagem já que eles colaboram no desenvolvimento linguagem auxiliando o indivíduo no processo de sua constituição como ser social e no seu trabalho.

Publicado

2020-04-30