ANÁLISE DE REDES SOCIAIS

A UTILIZAÇÃO DE ARTEFATOS TECNOLÓGICOS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Autores

  • MARCUS TÚLIO DE FREITAS PINHEIRO Programa de pós-graduação em Gestão e Tecnologia Aplicadas à Educação, na Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • REGIANI COSER CRAVO Universidade Estadual da Bahia
  • RENATA CARDOSO SILVA Programa de pós-graduação em Gestão e Tecnologia Aplicadas à Educação, na Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

DOI:

https://doi.org/10.36524/profept.v4i2.494

Resumo

As discussões apresentadas neste artigo emergiram a partir de pesquisas e estudos realizados no programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia Aplicadas à Educação. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e de campo, de cunho qualitativo, que apresenta uma análise de redes sociais (ARS) a partir da intervenção em uma turma de nível técnico do ensino profissionalizante. Neste contexto, utilizou-se como técnica para a coleta de dados a elaboração e aplicação de um formulário originado da plataforma Google Forms, com a finalidade de identificar quais os três artefatos tecnológicos mais utilizados pelos alunos. Os dados coletados foram tratados a partir da plataforma de composição e análise de redes Gephi, que proporcionou a análise das redes evidenciando a interpretação dos elementos analíticos utilizados nos instrumentos de coleta. Nessa perspectiva, a pesquisa foi estruturada para investigar como o uso das tecnologias digitais na educação profissional pode ser estrategicamente planejado, a partir dos dados oriundos de uma análise de redes sociais dos alunos de uma turma de curso técnico, levando em consideração a predominância da utilização de artefatos tecnológicos.

Downloads

Publicado

2020-08-30