A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA O TRABALHO EM ESPAÇOS DE EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL

Autores

  • Patrícia Vidigal Bendinelli
  • Katia Aparecida Rocon
  • Elvina Maria de Souza Arruda
  • Carlos Roberto Pires Campos

Resumo

O trabalho discute sobre uma formação continuada de professores de ciências, a qual ocorreu em ambientes costeiros capixabas de modo a avaliar suas potencialidades pedagógicas, de modo a capacitar os participantes para a realização de aulas de campo, favorecendo o desenvolvimento de ações que possibilitam uma leitura crítica do contexto em que os alunos estão inseridos. Participaram da formação 26 alunos do mestrado Educimat do IFES, a maioria professores da rede estadual e de vários municípios do estado, além de alguns servidores do IFES. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, a qual se utilizou das técnicas da observação participante para colher dados por meio de diário de campo e fotografias. A abordagem ocorreu na linha interdisciplinar. Os resultados apontaram que as aulas de campo não fazem parte da rotina das escolas, apesar de se constituírem em uma metodologia que pode levar os participantes a atribuírem significado social aos espaços.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

Bendinelli, P. V., Rocon, K. A., de Souza Arruda, E. M., & Pires Campos, C. R. (2021). A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA O TRABALHO EM ESPAÇOS DE EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL. Revista Eletrônica Debates Em Educação Científica E Tecnológica, 11(01). Recuperado de https://ojs.ifes.edu.br/index.php/dect/article/view/1556

Edição

Seção

Artigos